terça-feira, 2 de setembro de 2014

SAMBAIBA continua desrespeitando sinalização de trânsito e ponto de ônibus na Inajar de Souza

SAMBAIBA continua desrespeitando sinalização de trânsito e interdita ponto de ônibus na Inajar de Souza
Veículo estacionado irregularmente em ponto de ônibus na Inajar de Souza x Itupava.

Continua o desrespeito a sinalização e ao ponto de ônibus, situado na esquina da avenida Inajar de Souza com rua Itupava, próximo ao terminal da linha 209P (Cachoeirinha/Pinheiros).

Após nossa publicação em 22/07/2014, por algum tempo notamos alguma mudança, que foi sendo esquecida com o passar do tempo. Este veículo esteve estacionado em lugar proibido, hoje, das 11,10 às 11,45 horas, até que um funcionário da empresa apareceu para retirar. Enquanto isso passageiros embarcavam e desembarcavam fora do ponto, como mostram as fotos abaixo, inclusive idosos:

SAMBAIBA continua desrespeitando sinalização de trânsito e interdita ponto de ônibus na Inajar de Souza
Passageiros desembarcam fora do ponto
SAMBAIBA continua desrespeitando sinalização de trânsito e interdita ponto de ônibus na Inajar de Souza
Passageiros desembarcam fora do ponto
SAMBAIBA continua desrespeitando sinalização de trânsito e interdita ponto de ônibus na Inajar de Souza
Passageiros aguardam ônibus fora do ponto.
SAMBAIBA continua desrespeitando sinalização de trânsito e interdita ponto de ônibus na Inajar de Souza
Depois de aproximados 40 minutos, funcionário aparece para retirar o veículo
SAMBAIBA continua desrespeitando sinalização de trânsito e interdita ponto de ônibus na Inajar de Souza
Além de local proibido, o veiculo ainda estava mal estacionado
Esperamos que desta vez sejam tomadas providências, uma vez que, estamos reiterando comunicados a SPTransp e CET.

Registrado!

domingo, 31 de agosto de 2014

Sem fiscalização, maus comerciantes tomam conta da Inajar de Souza

Terra de ninguem!

Um exemplo de abandono pela administração municipal, está no uso irregular do espaço público, onde as calçadas oferecem o mínimo de condições aos pedestres, são tomadas por objetos estranhos como é o caso desta tapeçaria na avenida Inajar de Souza, esquina com a Rua Ouvídio José Antonio de Santana.

Estivesse a fiscalização da Subprefeitura, no caso aqui a da Freguesia do Ó/Brasilândia, cumprindo com suas obrigações o espaço poderia estar livre para circulação de pedestres. Este tipo de ocorrência está por toda a região, nas mais diversas atividades.

Terra de ninguem!

Esperamos que a administração municipal comece a trabalhar e cumpra com sua obrigação, afinal de contas não basta vencer uma eleição, é preciso mostrar serviço.

Fica a dica!

sábado, 30 de agosto de 2014

Cobal Supermercados, descaso e desrespeito ao consumidor

Cobal Supermercados
Loja da avenida Inajar de Souza, 5646 - Vila Nova Cachoeirinha
 
Comercialização de produtos perecíveis não é brincadeira, deve seguir algumas regras básicas de acordo com a legislação sanitária do município.

De acordo com a PORTARIA nº.2.619 /SMS.G/2011, em seu artigo 9 (DISTRIBUIÇÃO, EXPOSIÇÃO PARA VENDA E CONSUMO), encontramos as seguintes irregularidades: 
Balcão frigorífico em condições precárias, há pelo menos um mês, foto acima.
Comercialização de pertences para feijoada, a granel, sem nenhuma proteção no sistema de autosserviço (foto abaixo).

Cobal Supermercados
Loja da avenida Inajar de Souza, 5646 - Vila Nova Cachoeirinha

Registramos uma solicitação no SAC da Prefeitura em 23/08/2014, que levou o número 12528573, encaminhado a COVISA (Coordenação de Vigilância em Saúde) na Casa Verde, para a devida fiscalização.

Enquanto a rede Sonda de Supermercados comemora aniversário em alto estilo, com anúncios de  promoções em horário nobre na TV, seu braço de atendimento popular encontra-se em situação precária e sempre  desrespeitando a legislação que regula seu funcionamento.

Registrado, estamos de olho!

Família Tatto desrespeitando a Lei Eleitoral

Propaganda irregular
Canteiro central da avenida Inajar de Souza 
 
De acordo com a legislação eleitoral, é proibido afixação de cartazes em locais ou equipamentos públicos. 
 
Leia o que diz o trecho que trata do assunto:
 
"Faixas e cartazes: Podem ser instalados em bens particulares desde que não excedam a 4 metros quadrados (m²). A manifestação deve ser espontânea, sendo vedado qualquer tipo de pagamento em troca de espaço. A justaposição de placas cuja dimensão exceda a 4m² caracteriza propaganda irregular. É proibida a veiculação de propaganda em postes de iluminação pública e sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, paradas de ônibus e outros equipamentos urbanos" 
 
Não vote em candidatos que emporcalham nossa região, e isso serve também  ao candidato Ramalho da Construção. Se eles agem assim agora,  como será  depois de eleitos? 
 
Aqui não é a "Tattolândia"
 
Propaganda eleitoral: saiba o que pode e o que não pode durante a campanha

Postagens populares