Publicidade

quarta-feira, 4 de abril de 2012

RODOANEL: COMISSÃO PEDE EXPLICAÇÃO SOBRE DESAPROPRIAÇÕES


A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal aprovou nesta quarta-feira um requerimento de autoria do vereador Francisco Chagas (PT) que pede esclarecimentos à Secretaria Estadual de Logística e Transportes e à Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.) sobre a desapropriação das famílias atingidas pela construção do Trecho Norte do Rodoanel.

Segundo Chagas, é "precária" a comunicação entre o Estado e a Prefeitura, demonstrando o "descaso" do governo de São Paulo em relação aos demais agentes envolvidos na obra viária. Diante disso, argumentou ele, até o momento é desconhecido o tratamento que será dispensado às famílias que residem na área do futuro Trecho Norte.

"Realizamos cerca de dez audiências públicas no ano passado, e em todas elas houve o comparecimento de autoridades municipais e da Dersa, mas só ocorreram promessas de que as informações sobre as desapropriações chegariam às mãos das famílias, o que até agora não aconteceu. Ninguém sabe para onde vai, quando será retirado e quantas famílias serão removidas", disse Chagas.

Ainda de acordo com o vereador, existem casos em que uma única residência abriga até cinco famílias, então o cálculo da Dersa que fala na remoção de 5 mil famílias pode estar subestimado. "Você pode multiplicar isso por cinco. Podemos ter até 25 mil famílias sendo retiradas daquela área sem garantias de que terão uma nova habitação", acrescentou.

Na última semana, a Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente aprovou a realização de uma nova audiência pública sobre o Trecho Norte do Rodoanel Mário Covas, em data ainda a ser marcada, para discutir, entre outros assuntos, o destino das pessoas que serão desapropriadas pela obra.


Publicidade

Postagens populares